NOTAS TÉCNICAS MILHO SILO: PROBLEMAS NO SILO

Para garantir um boa ensilagem devemos picar o milho no momento adequado de matéria seca, e acima de tudo espalhar e calcar corretamente o silo para conseguir pelo menos uma densidade de 220 kg de Ms/m3 e desta maneira conseguir as fermentações adequadas para conseguir um silo de qualidade.

As reações no silo

  1. Etapa 1: Respiração (De 3-4 h a 1 dia)
  2. Etapa 2: Fermentação (De 15 a 20 dias)
  3. Etapa 3: Estabilização (De 4 a 6 dias)

Problemas detetados no silo

Um silo mal construído pode provocar diversos problemas que se acentuarão ao abri-lo e utilizá-lo.

As zonas mais sensíveis para a fermentação situam-se entre os 20 e 30 cm do contorno assim como nas bolsas pior calcadas.

Os bolores podem ser azuis, brancos ou vermelhos, com diversas nuances. Aparecem com mais ou menos intensidade e costumam ser mais espetaculares que inquietantes. Mas atenção, alguns sim podem ter repercussão na saúde do gado.

Bolores

MONASCUS PURPUREUS
Periferia e massa do silo

Causas: Pouco calcamento. MS alta.
Repercussões: Nenhuma
Riscos: Muito baixos.

Quer conhecer mais problemas do silo?

Para mais informação, descarregue o nosso Apontamento Técnico.

Comentarios

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sem comentários